Governo Provincial do Kwanza-Sul
Economia

Empresariado esclarecido sobre "Angola Invest"

Numa palestra orinetada pelo presidente do conselho de administração do Instituto Nacional de Apoio às Pequenas e Medias Empresas (INAPEM), António Assis, o empresariado foi incentivado a apostar em projectos rentáveis nos sectores da agricultura, materiais de construção, agro-indústria, pecuária, geologia e minas e pescas.

De acordo com António Assis, ao abrigo do Angola Invest, as micro-empresas podem solicitar um financiamento até 20 milhões de kwanzas, as pequenas até 150 milhões de kwanzas e as médias um máximo de 500 milhões de kwanzas.

Na ocasião, a vice-governadora do Kwanza Sul, Lourdes Veiga, referiu ter sido objectivo do governo local em promover o encontro a partilha de experiências e enriquecimento do conhecimento da classe tendo em vista o relançamento da actividade económica, através do potenciamento do empresariado e o combate à fome e à pobreza.

Segundo a responsável, o governo local está apostado em relançar a actividade produtiva, na qual os empresários constituem, para a província do Kwanza Sul, uma importante franja sem a qual não será possível o governo desencadear acções com vista ao combate à fome e à pobreza.

Para si, o apoio do Inapem será importante nas acções de formação ao empresariado local, na prestação de consultoria bem como os financiamentos a projectos credíveis e rentáveis.

O apoio do Inapem, acrescentou, será importante nas acções de formação ao empresariado local, na consultoria os financiamentos a projectos credíveis e rentáveis

Angola Invest é um programa do Executivo angolano que visa criar e fortalecer as MPME's nacionais, contemplando linhas de crédito bonificadas e um mecanismo de garantias públicas.

Constituem sectores prioritários para aceder ao crédito do programa Angola Invest, a agricultura, pecuária, pescas materiais de construção, serviços de apoio ao sector produtivo, indústria transformadora e geologia e minas.